• GPMédicos

Tendências de Medicina Estética em 2021

Segundo a International Association for Physicians in Aesthetic Medicine nos últimos 2 anos verificou-se uma confirmação da tendência de crescimento dos procedimentos de Medicina Estética verificada na última década, com particular enfase para Plasma Rico em Plaquetas, Bioestimulação, Tratamentos faciais e corporais minimamente invasivos e Microagulhamento.

A grande tendência atual é realizar pequenas alterações nas áreas problemáticas ao contrário de alterações exuberantes que podem fazer com que a pessoa não se “reconheça”.

Os procedimentos de rejuvenescimento facial apresentam hoje uma enorme procura que se prevê ser crescente nos próximos anos. São procedimentos minimamente invasivos com um período de recuperação rápido. Podendo habitualmente o paciente voltar imediatamente á sua vida normal.

Os Top Five dos procedimentos mais procurados são: Toxina botulina, Ácido Hialurónico, Bioestimuladores, Plasma Rico em Plaquetas e Microneedling.



A toxina botulínica tem excelentes resultados na diminuição das rugas dinâmicas, pois ao reduzir a capacidade de contração de determinados músculos permite atenuar rugas de expressão, pés de galinha etc.


O ácido hialurónico é um excelente aliado quando se pretende harmonização facial, delineação e preenchimento labial permitindo que o paciente saia da clinica com um ar mais fresco, leve e rejuvenescido.


Os bioestimuladores, assim designados por apresentarem efeito de estimulação de produção de novo colagénio e elastina, são hoje uma tendência generalizada. Permitem uma significativa melhoria da qualidade da pele evitando a perda progressiva de colagénio e a flacidez próprias do avançar da idade. Através da aplicação de Hidroxiapatite Cálcica, Ácido poli-L-lático ou Fios PDO é possível obter um efeito tipo lifting com uma melhoria significativa da flacidez que se pode prolongar até aos 2 anos.


O Plasma Rico em Plaquetas é um procedimento muito seguro, que utiliza o plasma do próprio paciente e que tem utilidade para rejuvenescimento facial, queda de cabelo, cicatrizes de acne, etc.


O microneedling ou em português microagulhamento, através da estimulação de elastina e colagénio melhora a qualidade e brilho da pele, reduz rugas finas e manchas. O microneedling pode ser associado a produtos devidamente autorizados para ser usados desta forma, ao plasma rico em plaquetas ou à radiofrequência optimizando-se desta forma, os seus resultados.


Relativamente às zonas anatómicas que merecem mais destaque em 2021 temos:

- Olhos- referidos por muitos como os novos lábios, por não se saber até quando seremos obrigados a usar máscara, todos os procedimentos que permitam abrir o olhar, rejuvenescer o olhar e dar um ar mais descansado serão muito procurados. Através do uso da toxina botulina em locais muito específicos assim como ácido hialurónico e fios de PDO é possível obter um olhar aberto tão bem exemplificado nos famosos Foxy Eyes.



- Olheiras- queixa comum entre as pacientes, a presença de círculos e depressões escuras na pálpebra inferior dão um ar cansado aos pacientes. Com ácido hialurónico especificamente desenvolvido para essa zona anatómica é possível minorar esta aparência rejuvenescendo o olhar.


- Lábios – apesar do uso generalizado de máscara os lábios são sempre uma zona anatómica muito procurada. A tendência atual é de lábios bem delineados com um preenchimento natural que lhe confira hidratação e respeite a anatomia e proporções do rosto.


- Toxina Botulinica no músculo masséter - em pacientes que rangem e cerram os dentes por excessiva força no músculo masséter é possível a utilização de toxina botulínica com o duplo objetivo funcional e estético. É possível minorar significativamente a dor na articulação tempero – mandibular e simultaneamente minorar a hipertrofia do masséter tornando o rosto mais fino e harmonioso.


- Glúteos – a procura de glúteos de curvas harmoniosas, com pele de textura consistente e sem celulite tem aumentado o interesse por procedimentos minimamente invasivos que permitam atingirem estes objetivos. O ácido poli-L-lático (PLLA) trata-se de um bioestimulador especificamente desenvolvido para zonas corporais como os glúteos, que estimula a produção de colageneo de forma duradoura e profunda.




107 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo