top of page

Quero fazer Depilação Laser. Qual o melhor?

Atualizado: 9 de mar. de 2023

Não há qualquer dúvida que a depilação a Laser é muito procurada e é prática e custo efetiva para quem se preocupa com a sua beleza! Escolher o melhor laser é sempre um desafio.



Para escolher a melhor depilação a laser pode considerar 3 critérios fundamentais: eficiência, segurança para qualquer tom de pele e mais conforto no tratamento. Entre as opções mais comuns do mercado estão o laser de diodo, alexandrite e o Nd YAG.


Sobre a eficiência, o que se espera é que o processo seja eficaz e dure no tempo tanto quanto for possivel. Ou seja pretende-se que a depilação seja 100% efectiva. As características que vão determinar cada efeito são a intensidade do laser, comprimento da onda, concentração, quantidade de sessões, etc.


O Laser alexandrite possui ondas de 755 nanômetros de comprimento. O disparo pode ser realizado várias vezes em quantidades menores de energia até que ele consiga atingir e destruir a estrutura da raiz dos pelos. A quantidade de sessões pode ser maior do que os outros tipos de laser para se obter um resultado mais efetivo.


O Laser ND YAG tem comprimento de onda de 1.064nm e baixa afinidade pela melanina. Por ter alta profundidade pode ser menos efetivo. Não há garantia que após uma média de 12 sessões, o resultado seja 100% definitivo.


O Laser diodo possui comprimento de 810 nm e consegue alcançar a raiz dos pêlos de forma bastante eficaz. Existem diferentes equipamentos que utilizam este tipo de laser e que variam na forma de disparo e tamanho da ponteira. Estes tipos de laser podem exigir menos sessões para conseguir resultados semelhantes de eficácia.

.

Em relação à segurança deve procurar o tratamento com menos riscos de queimaduras ou manchas. No caso das manchas deve ser seguido o aconselhamento estrito dos profissinais nas recomendações para evitar exposição solar antes e depois do tratamento.


O laser alexandrite por sua alta atração pela melanina, está mais indicado para peles claras. Em peles negras para este tipo de laser podem ter riscos de queimaduras.


O laser ND YAG ao contrário do alexandrite, não tem a tecnologia de alta atração da melanina. Pode ser realizado em qualquer fototipo.


Com o Laser de Diodo a energia emitida pelo feixe de laser atinge apenas a raiz do pêlo, sem se expandir e afetar diretamente a melanina da nossa pele. Como o laser de diodo não afeta áreas da pele, ele é muito seguro para ser utilizado em vários fototipos.


Sobre o conforto relacionado com o tratamento existem também muitas diferenças e sempre que se usam intensidades mais elevadas pode existir dor com qualquer equipamento.


O laser alexandrite quando realizado com seu máximo de energia, é, normalmente dolorosa, porém devido ao seu menor comprimento de onda é o laser com menos dor nos tratamentos.


O laser ND YAG com o maior comprimento de onda é também o que causa mais dor.


Os laser de diodo podem beneficiar de resfriamento da ponteira em contato com a região e deixar o processo de depilação praticamente indolor.


Em conclusão, o Laser diodo é o mais adaptado em tecnologia para realizar o processo de depilação. Porém pode ser mais doloroso que o laser de alexandrite e menos que o ND YAG. A forma de aplicar o tratamento e a formação técnica é fundamental para otimizar os resultados.







Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Post: Blog2_Post
bottom of page