top of page

Os Benefícios da Ginástica Laboral

Ginástica Laboral é o tipo de ginástica realizada no trabalho com exercícios de curta duração (entre 10 e 15 minutos) com o objetivo de melhorar a saúde e a qualidade de vida dos colaboradores. Os exercícios, que utilizam técnicas de respiração, alongamento e correção de postura, evitam doenças ocupacionais e o surgimento de dores e lesões.


Funcionários mais saudáveis tendem a, naturalmente, aumentar sua produtividade. Além disso, o número de colaboradores afastados por doenças, especialmente as ocupacionais, reduz drasticamente, contribuindo para manter a dinâmica das atividades e diminuindo despesas com custos gerados por licenças médicas.

Para a organização, a ginástica laboral ainda colabora para uma melhor integração entre departamentos aproximando os colaboradores como uma atividade de Team Building...


Todavia, certamente, é o colaborador que mais se beneficia dessa atividade, com resultados surpreendentes em várias áreas:

 eleva a autoestima e dá sensação de bem-estar;

 melhora questões psicológicas e sociais;

 dá estímulo para iniciar outras atividades físicas;

 reduz a fadiga e o estresse;

 melhora a postura;

 melhora a concentração;

 favorece o fortalecimento muscular;

 contribui com a função cardiorrespiratória;

 traz mais energia e disposição.


Além de todos esses benefícios, existe um que merece maior destaque — e acaba sendo um dos principais motivos de implantação de programas de ginástica laboral nas empresas — a prevenção Lesões Musculo-esqueléticas relcionadas com o Trabalho (LMERT).

Essas patologias são resultantes de esforços repetitivos e causam muita dor nos trabalhadores, dificuldade de movimentos, além de dormência, inchaço, fadiga, formigamento e desconforto.

Vamos encontrar inumeros esquemas, protocolos ou sugestões de exercicios para fazer em diferentes contextos. O mais dificil é implementar algumas rotinas que permitam com regularidade respeitar os exercícios.

Algumas empresas especializam-se em apresentar programas de Ginastica Laboral. Profissionais de Educação Física e Fisioterapia, especializados nesse tipo de exercício, conduzem as práticas que podem ser feitas dentro do escritório, na estação de trabalho de cada colaborador. Os instrutores buscam adaptar os exercícios a cada tipo de público e ambiente, atentando-se às atividades que o colaborador desenvolve e como os exercícios podem ajudar. Os exercícios são simples, baseados em alongamentos e feitos de maneira rápida para não se tornarem maçantes.

Durante a rotina de trabalho, é natural que o colaborador fique exposto a uma série de riscos ergonômicos. Ao incentivar a prática, a empresa ajuda o funcionário a melhorar seu bem-estar. Nos programas mais minuciosos podemos identificar diferentes tipos de Ginástica Laboral.


Ginástica preventiva

É um tipo de ginástica que trabalha exercícios aeróbicos e os anaeróbicos, com objetivo de melhorar a resistência cardiovascular e respiratória com exercícios que aumentam a capacidade de transporte de oxigénio e energia pelo corpo.

A ginástica preventiva busca ainda o combate de ocorrências de problemas de saúde relacionados aos riscos inerentes à atividade laboral aumentando a consciência corporal e melhorando o condicionamento físico, flexibilidade, coordenação e resistência. Este tipo de ginástica também "queima" bastantes calorias, contribuido para reduzir o excesso de peso a melhorar sua autoestima. A perda de peso é essencial também para diminuir a resistência periférica à insulina, prevenindo o risco de diabetes mellitus tipo II, agravada pelo excesso de tecido adiposo.


Ginástica corretiva

Este é um dos tipos de ginástica com mais relevância no contexto ocupacional, procurando compensar o stress muscular que o trabalho exerce num determinado grupo de estruturas musculares e menos outras. Este tipo de exercicio procura otimizar a ergonomia do trabalho, contrabalanceando os efeitos negativos de determinadas atividades. Por exemplo, em trabalhos com muito carregamento de peso, o músculo bícipete recebe trabalho muito maior do que seu antagonista, o trícipete.

Com o tempo, o trabalhador pode enfrentar muita dor muscular e, também, problemas articulares. A ginástica corretiva procura fortalecer o trícípete para contrabalancear os efeitos da flexão de braço sobre a articulação do cotovelo. Também se procura alongar os músculos que se tornaram encurtados devido a uma rotina de escritório. Os colaboradores passam muito tempo sentados e inativos, encurtando a sua musculatura dos membros inferiores e ginástica corretiva cumpre bem este papel. A ginástica corretiva ajuda também no fortalecimento das estruturas musculares que foram forçadas pelas tarefas laborais, na diminuição de dores e problemas nas articulações e na prevenção do surgimento de doenças ocupacionais.


Ginástica preparatória

Este tipo de ginástica, como o próprio nome diz, inicia a preparação da jornada de trabalho dos colaboradores, ou seja, ela é feita antes de começar as atividades laborais. Em alguns tipos de atividades é necessário uma preparação muscular prévia. Semelhante ao que um atleta faz quando vai iniciar a sua atividade. O objetivo é alongar os músculos que serão mais utilizados no dia de trabalho, aumentando a circulação sanguínea e também a disposição e capacidade de concentração. A ginástica preparatória é conhecida também como prática de ativação, uma vez que aquece os músculos do corpo e acelera os batimentos cardíacos, produzindo mais energia. Ela utiliza ainda exercícios de resistência, flexibilidade e coordenação.


Ginástica compensatória

Essa ginástica funciona como uma pausa durante o periodo normal de trabalho, interrompendo a monotonia operacional, incentivando a prática de exercícios específicos para cada atividade. Como nome já diz, ela compensa os esforços repetitivos das tarefas, repara os músculos, corrige as posturas inadequadas e proporciona maior disposição para o resto da jornada. Seus exercícios incluem alongamentos, postura e técnicas de respiração.



Ginástica de relaxamento

Realizada no término da jornada de trabalho, a ginástica de relaxamento tem o intuito de oxigenar as estruturas musculares envolvidas nas tarefas diárias, evitando, assim, o acúmulo de ácido lático e proporcionando o relaxamento.

Ela diminui o ritmo de trabalho, reduz os níveis de estresse, minimiza o esgotamento ao fim do dia e aumenta a sensação de vigor e bem-estar. Os exercícios são leves e utilizam técnicas de meditação, respiração e massagem.


A implementação de programas de Ginástica Laboral em contextos diversos de trabalho pode requerer um estudo do trabalho e um plano de exercicios adaptados no contexto, ou mesmo a presença de um tutor que acompanhe estes processos. Algumas empresas são especialistas nestes programas e prestam consultadoria especifica sobre esta área.



490 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Post: Blog2_Post
bottom of page