• frebelopsic

Dúvidas sobre consultas de Psicologia? Esclareça aqui o que precisa de saber.

Abordamos aqui seis pontos que podem suscitar dúvidas ao marcar a sua consulta de Psicologia. Para que possa ficar esclarecido/a, confira: 01 - O processo de #psicologia inicia-se com uma apresentação do profissional e serviço e dos aspetos associados à confidencialidade e funcionamento da psicologia. A 1a consulta serve habitualmente para poder conhecer a pessoa, quais os motivos do pedido de consulta e os principais #contextos em que participa. É importante recolher alguns dados sobre os #sintomas (se houver), quando começaram, o que já se tentou fazer para lidar com a situação, como se tem gerido a situação, etc. Em qualquer momento podem ser esclarecidas dúvidas que a pessoa apresente; 02. - O #psicólogo/a não está lá para julgar, criticar ou referir o que fez de bem ou de mal. É importante recordar que ali terá um profissional que deve escutar ativamente, demonstrar empatia e congruência, e a consulta é um local seguro onde se pode expressar livremente; 03 - Os Psicólogos/as são profissionais especializados que necessitam de pelo menos 5 anos de formação académica na área das ciências psicológicas, estágio curricular e profissional e cursos de #formação nas temáticas da ética, entre outros. Todos os psicólogos, para exercerem a sua profissão, têm um número de cédula profissional e pode consultar o nome/cédula do mesmo no diretório da OPP para ter a certeza da credibilidade do profissional a quem recorre; 04 - O código de #ética e deontologia profissional dos Psicólogos é fulcral para a profissão e refere-se a um conjunto de princípios que orienta a prática profissional. Assim, salvo situações de risco para o próprio ou 3os, o psicólogo não pode partilhar a informação abordada em consulta; 05 - A consulta de psicologia deve ser um espaço seguro para poder abordar o que for necessário. Porém nem sempre estamos à vontade para falar de todos os assuntos e é importante respeitar o ritmo, a personalidade e a situação de cada um. Deve sempre ser honesto e explicar o que sente, e o profissional deve estar disposto a aceitar e compreender sem julgar; 06 - O número de sessões é variado e depende de caso para caso. Pode discutir este assunto com o seu psicólogo assim como a periodicidade e duração das #consultas;





Ainda tem alguma dúvida? Não hesite em contactar!


19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo